Skip to main content

Não importa a idade que você tem neste momento, eu tenho uma pergunta que eu sempre fiz para mim: “quais são as coisas que eu gostaria de saber antes dos 30 anos?”. Em como algumas lições poderiam ter-se adiantado e mudado – e por que não, facilitado – o rumo dos acontecimentos em minha vida?

A verdade é que, mesmo que você nem tenha chegado aos 30 ainda, você já sabe que ninguém passa por essa vida sem lamentar a perda de algo ou alguém, sem pensar nos erros que cometeu ou em como as coisas poderiam ser diferentes se suas escolhas e atitudes houvessem sido outras no passado

No entanto, sejamos justos conosco, ninguém tem tempo de cometer todos os erros e aprender todas as lições e uma única vida – muito menos em menos de três décadas! É por isso mesmo que devemos tentar aprender com os erros dos outros também, você já pensou sobre isso?

Francis Jonah já. Jonah reuniu em um livro informações sobre escolhas e decisões tomadas por diversas pessoas, bem como as implicações que as sucederam e, logo, a maneira como elas lidaram com as consequências de suas ações.

O livro, intitulado What I Wish I Knew Before 30: Life Lessons To Inspire You To Greatness (em tradução livre para o português seria O que eu gostaria de saber antes dos 30: lições de vida para inspirá-lo à grandeza, mas ainda sem versão na língua portuguesa), aposta em inspirar e motivar os leitores através das histórias reais de outras pessoas.

Em suma, é um compilado de relatos de experiências e lições adquiridas, que oferecem uma oportunidade para você aprender parte das coisas que gostaria de saber antes dos 30. 

Aqui está um breve resumo, baseado na obra de Jonah, com

30 coisas que eu gostaria de saber antes dos 30

  1. Você não é o seu passado

Não importa o que aconteceu, o que você disse ou fez (ou o que deixou de dizer e fazer), como as outras pessoas lhe trataram e como lhe fizeram sentir. Isso não define você. Você é o que você pensa, diz, sente e faz neste momento. E o caminho para o futuro está livre e desimpedido, pois nada do seu passado é capaz de obstruí-lo.

  1. Concentre-se naquilo que você tem e não naquilo que falta

Independentemente do que você ainda ambiciona ter, o melhor a fazer agora é ser positivo e focar nas coisas boas que você já possui. A gratidão por aquilo que você já tem é o melhor motor para impulsioná-lo rumo à conquista de tudo aquilo que ainda vai alcançar.  

  1. Problemas são parte da vida

Enfrentar o inesperado, incluindo dores, prejuízos, perdas e fracassos, infelizmente é parte da vida e possivelmente o maior responsável pelo seu crescimento. O melhor a fazer – ainda que difícil – é saber parar, respirar fundo e observar a situação a fim de encontrar a solução mais plausível e, quando não houver, a maneira mais adequada de lidar com o fato. 

  1. Você não precisa ser forte o tempo todo

E nem fingir para provar para todo mundo que tudo está bem. Ninguém está bem o tempo todo e qualquer pessoa tem o direito de sucumbir uma hora ou outra. Chore, reclame, agarre seu travesseiro e deite em posição fetal no silêncio do seu quarto. Quanto mais cedo você se permitir, mais cedo se sentirá recuperado.

  1. A vida é mais frágil, mais surpreendente e mais curta do que você pensa

Pode parecer clichê, mas certamente a maioria das pessoas apontaria como uma das coisas que gostaria de saber antes do 30: cada minuto vivo é um presente. Não gaste seu tempo com coisas que não têm serventia, pessoas que não agregam nada positivo, e momentos que não voltam mais. Invista seu tempo naquilo que pode ajudar a transformar você na pessoa que você quer ser.

  1. Mantenha uma distância emocional dos seus problemas

Você é maior, mais forte e mais complexo do que a soma de todos os seus problemas, grandes ou pequenos. Porque você é quem tem poder de resolvê-los, de transformá-los ou de, pelo menos, mudar a forma como se sente em relação a eles.

  1. Não torne um problema maior do que é

A gente tem o péssimo hábito de aumentar nossos problemas em nossa mente. Reclamamos o tempo todo sobre dinheiro, trabalho, tempo, relacionamentos e o que mais vier à cabeça. Esse hábito, além de causar estresse e ansiedade imensos, ainda tira seu foco das coisas que realmente importam. A solução? Mude seu mindset. Concentre-se nas coisas que você pode mudar e gaste o menor tempo possível pensando naquilo que não pode. 

  1. Encare cada desafio como um aprendizado

Pergunte-se: o que essa situação pode me ensinar? Não importa o que esteja acontecendo, sempre há uma lição para ser adquirida – ainda que algumas possam ser bastante dolorosas. Talvez você precise aprender a perdoar, a deixar ir, a se comunicar melhor, a dizer o que sente, a confiar em si mesmo e nos outros… Seja o que for, não deixe passar a oportunidade de ser melhor, porque talvez não haja uma nova chance.

  1. Sempre haverá um novo amanhecer

Provavelmente um dos aprendizados mais simples entre as coisas que gostaria de saber antes dos 30: nada é permanente. Bom ou ruim, vai passar. Se for algo bom, aproveite ao máximo. Se for algo ruim, supere o mais rapidamente possível. 

  1. Desistir pode ser um novo começo

Costumamos ter a impressão de que, se abandonarmos um projeto “no meio do caminho”, seja ele pessoal ou profissional, estaremos jogando fora todo o tempo e esforço já investido e teremos “fracassado” na empreitada. Mas isso não é verdade. Com frequência, desistir é dar-se a oportunidade de deixar para trás algo que só estava nos consumindo e reverter essa energia para um novo projeto que possa trazer mais benefícios para nossa vida.

  1. Não existe relacionamento perfeito

Relacionamento perfeito só existe no âmbito das ideias. Na prática, todos somos apenas seres humanos, falhos, com nossos defeitos e qualidades. Todos nós. A verdade é que a relação ideal se constrói lidando com nossas diferenças e com os imprevistos. 

  1. Ame-se primeiro

Colocar-se em primeiro lugar não tem nada a ver com egoísmo. Tem a ver com amor próprio e autopreservação. De fato, não podemos dar o que não temos. Então como poderemos amar e respeitar outra pessoa, se não formos capazes de nos amar e nos respeitar antes?

  1. Não deixe os outros decidirem por você

Você simplesmente não pode passar a vida tentando ser quem os outros esperam que você seja. Isso jamais irá funcionar. Faça suas escolhas de acordo com aquilo que você deseja e que traz bem-estar a si mesmo e aos seus. Nada vale mais do que isso.

  1. Perdoar faz bem para você

Rancor e ressentimento são sentimentos dolorosos, que só machucam você mesmo. Perdoe. Perdoe mesmo que o outro não tenha pedido perdão. Isso é sobre você, e para você. Não é por ninguém mais. 

  1. Mantenha a chama da esperança sempre acesa

Independentemente do tamanho das suas perdas e das suas desilusões, ou da quantidade de pessoas que lhe decepcionaram e de sonhos que foram esmagados, é essencial que ao final de cada dia você feche os olhos, respire fundo e diga a si mesmo: a esperança mora aqui dentro. Isso irá reduzir o peso dos seus dramas e dar um novo impulso para o dia de amanhã.

  1. Melhor uma verdade amarga do que uma doce mentira

As coisas e as pessoas não são como a gente quer que elas sejam. Portanto, enxergue-as como elas são, não como você desejaria que elas fossem. Simplesmente porque a versão que você faz do que está ao seu redor não existe e nunca vai existir. É uma invenção da sua cabeça que só vai deixar tudo mais difícil quando você tiver que encarar a realidade – o que vai acontecer, mais cedo ou mais tarde.

  1. Não conseguir o que você quer pode ser uma bênção

Receber algo diferente daquilo que você espera pode ser um grande golpe de sorte, pois pode lhe força a enxergar a vida sob uma nova perspectiva, abrir novas portas e trilhar novos caminhos, os quais podem levá-lo a lugares que você jamais ousou imaginar e, por vezes, muito mais interessantes do que aqueles que você sonhou.

  1. Rir é o melhor remédio

Ditado antigo e verdadeiro. Portanto, ria de si mesmo, encontre humor em qualquer circunstância. As pessoas acreditam na lei da atração, porque o otimismo e a positividade são capazes de criar um ambiente que, de certa forma, repele tudo aquilo e todo aquele que não estiver vibrando na mesma frequência.

  1. Preocupar-se é um desperdício de energia

Sim, pré-ocupar-se de algo ou alguém, ou seja, investir seu tempo antes que uma ação possa de fato ser tomada é um grande desperdício de energia. Quando o amanhã virar hoje, aí sim, você se ocupa com o que pode ser feito.

  1. Quando ir adiante for difícil, comece com um pequeno passo

Mesmo em momentos muito desafiadores, é importantíssimo que você se movimente. Mesmo que os passos sejam mínimos, mesmo que a velocidade seja de uma tartaruga cansada, mova-se. Ainda que demore, você conseguirá sair do lugar em que você se encontra e chegar a outro muito melhor. O essencial é dizer para seu cérebro que você não desistiu, que você está se movendo. Cada passo conta e cada pequena conquista deve ser celebrada.

  1. Mantenha distância de pessoas que não lhe fazem bem

A triste verdade é que algumas pessoas só se mantêm por perto quando você tem algo a lhes oferecer. Quando você para de ser necessário, elas se vão. O lado bom é que, ao perder o contato com essas pessoas tóxicas, você se verá com mais tempo para dedicar aqueles que realmente merecem a sua atenção.

  1. Compare-se somente consigo mesmo

Comparar-se com seu vizinho, seu irmão ou seu colega é um exercício angustiante. Vocês são e sempre serão diferentes. Eles têm qualidades que você não tem. Mas o inverso também é verdadeiro! Concentre-se nos seus pontos positivos e compare-se sempre com o que melhor que você – e só você – pode ser.

  1. A vida não é fácil

E ninguém disse que seria. Qualquer objetivo que você quiser alcançar, por menor que pareça à primeira vista, exigirá um certo esforço. Portanto, comece cada manhã disposto a dar um passo além do que você deu ontem. E, acima de tudo, alinhe seus esforços com suas metas. Não é fácil, mas vale a pena.

  1. Cada dia é um novo começo

Não comece seu dia pensando no que não deu certo no dia anterior. Cada manhã é um novo começo do restante de sua vida. Esqueça o que ficou para trás e concentre-se no que pode ser feito adiante – o seu futuro eu agradece.

  1. Você não perdeu suas asas, você só esqueceu como se voa

Uma ave que fica tempo demais na gaiola pode demorar a alçar grandes voos quando ganha sua liberdade. Todos nós questionamos nossas habilidades uma hora ou outra. Mas você conhece o seu potencial. Mesmo que as circunstâncias tenham lhe impedido de ser quem você é ou fazer o que você é capaz por algum tempo, o seu poder de ação ainda vive em você. Acorde-o aos pouquinhos, exercite-o, e logo você estará voando novamente.

  1. Tudo na vida tem dois lados

A vida parece sempre ter uma tendência ao equilíbrio. Você não consegue reconhecer a alegria se não houver momentos tristes, nem a satisfação, se não encarar a dor. É como se vivêssemos diante de uma moeda, em um lado a calma, no outro a inquietude; em um lado o medo, no outro a autoconfiança. Se você quiser viver apenas um dos lados dessa moeda, saiba que, além de sair frustrado, você terá vivido somente metade das experiências que a vida proporciona, com metade da intensidade emocional que ela pode oferecer.

  1. Você sempre tem escolha

Esta é uma das maiores verdades entre as coisas que gostaria de saber antes dos 30: tudo na vida são escolhas. Não escolher, inclusive, também é uma escolha. Sempre haverá no mínimo duas opções, com suas consequências, boas ou ruins. 

  1. Aceite ajuda

Nem sempre as pessoas serão capazes de ajudá-lo a resolver seus problemas ou de tirá-lo de um estado emocional negativo e complicado. Mas pelo menos você saberá que existe gente aí fora que se importa com você e que está preocupada em vê-lo bem.

  1. Pare de se questionar

Pense em todas as críticas e questionamentos que você costuma fazer a si mesmo e responda: você teria coragem de dizer essas coisas para outra pessoa? Especialmente para alguém que você gosta? Então, por que razão você acha justo fazê-lo a si mesmo? Ao invés de ficar se cobrando e/ou se vitimizando, que tal transformar-se no protagonista de sua história, fazendo perguntas mais positivas do tipo: o que está a meu alcance para ser feito? O que eu posso aprender com essa situação? O que eu devo fazer para mudar isso?

  1. O fim é sempre um novo começo

Quando um ciclo se encerra, um novo tem espaço para começar. Portanto, olhe para si mesmo e diga: “Querido Passado, obrigado por todas as lições que recebi de você. Querido Futuro, estou pronto”. Que tal agora mesmo?

Rafael Avila

Carioca, empreendedor, sócio fundador da LUZ, professor de Excel, consultor e um apaixonado por produtividade. Acredito no poder que temos de ser as nossas melhores versões todos os dias.

Leave a Reply